Maximize o impacto da transmissão ao vivo

Atualmente, são fáceis de implementar aplicativos que permitem inovar na forma de entregar conteúdo, fazendo com que o público se apaixone, totalmente orientado para a experiência do usuário de engajamento e lealdade de seu público.

Juan Pablo Morales Sarmiento

O desafio de descobrir e aprender a medir as taxas de retorno sobre o investimento de atividades e estratégias de comunicação baseadas em técnicas e tecnologias de transmissão ao vivo ainda persiste.

- Publicidade -

Também não é uma tarefa fácil, porque não existe uma fórmula matemática que permita que ela seja feita, assim como nenhuma delas, mesmo que exista uma, seria aplicada de forma igual a cada estratégia e caso de uso.

Estudos recentes mostram que o crescimento esperado do vídeo Live Straming aumentará os tempos de 15 nos próximos quatro anos. De acordo com o GlobalWebIndex de junho de 2017, o 28% de usuários de Internet assistiu streaming ao vivo através do Facebook, Instagram ou Twitter, enquanto um ano antes, esse número atingiu apenas 20%.

Nesta ordem de ideias, qualquer pessoa que tenha o design, a criação, a produção ou a publicação de conteúdos audiovisuais dentro de suas atividades deve aproveitar as capacidades e o potencial da transmissão ao vivo para fortalecer seus resultados, porque cada dia torna-se mais relevante entre consumidores e se torna, além disso, uma parte fundamental das estratégias das redes sociais para publicar e monetizar o conteúdo.

Para fortalecer os resultados, como editores, devemos nos concentrar nas principais razões do 2 pelas quais o público adora ficar forte. O primeiro é o medo de perder algo importante.

Como um jogo esportivo, há uma enorme diferença entre assistir a vida, ou atrasar o conhecimento do resultado final. As sensações e a adrenalina dos espectadores não se comparam entre essas duas opções.

O segundo motivo é a base da comunicação verdadeira, integrando a possibilidade de imprimir a magia da interação entre o usuário e o remetente.

A Livestream alegou no ano passado que 87% de usuários preferem transmissão ao vivo por meio de programas de TV lineares, quando eles incluem conteúdo de bastidores, mostrando o mistério que a televisão traz.

Essas duas razões são suficientes para nos perguntar se estamos realmente indo bem quando implementamos uma série de recursos humanos, técnicos e financeiros para publicar os dias acadêmicos de uma reunião, um concerto, uma partida ou uma ativação de uma marca, com o apenas visam buscar o maior impacto, mas esquecendo que por trás de qualquer estratégia, deve haver um plano e algumas atividades mínimas a serem seguidas.

Em qualquer caso, nem mesmo uma boa fatura, um áudio perfeito, um switcherman experiente ou uma produção excepcional, pode garantir que sua conferência ao vivo, seu concerto ou o que quer que seja seu evento, excede as expectativas exigentes.

Certifique-se de desenvolver uma estratégia digital que aumente o medo de perder conteúdo e que gera consciência com recursos digitais que apoiem e acompanhem a interação com o público.

A inovação neste caso torna-se um fator de sucesso crítico que garante a maior eficácia do seu plano, em oposição à concorrência esmagadora que atualmente existe para atrair a atenção do seu público entre milhões de editores.

Como inovar no Live Streaming?

1 Certifique-se de contratar pessoal qualificado para estratégia e produção.
Embora eu tenha certeza de que em sua família ou alguém próximo a você, um sobrinho menor dos anos 9 já está enviando vídeos ao vivo para o YouTube ou o Facebook Live, no mundo corporativo, delegar o vídeo ao vivo para empresas experientes exclusivamente tecnicamente, seria equivalente a delegar a esse menor.

O pessoal qualificado sempre irá recomendá-lo para projetar uma estratégia focada em alcançar seus objetivos de audiência, com técnicas de marketing digital, neuroconjuntos e desenvolvimento de design e produção. Vá além da câmera e dos microfones.

2 Concentre-se no seu nicho com conteúdo relevante e divertido para eles.
Se você quiser que seus funcionários sigam ao vivo a conferência do presidente da empresa, seja para o lançamento de um produto, para receber informações sobre os resultados da organização ou para denunciar seus bônus no final do mês, se não Isso torna divertido, tem apenas três opções: forçá-los a vê-lo (certamente com um supervisor para trás), a não fazê-lo ou a torná-lo divertido.

Eu tive recentemente a oportunidade de estar na liderança do webcast de um dos eventos com maior impacto na região em conteúdo digital. Nesse caso, corroboramos que a proposta que buscamos envolver o público, mais do que duplicou o engajamento, a interatividade e os resultados do evento, em comparação com o que foi feito tradicionalmente e orientado exclusivamente para o conteúdo acadêmico.

3 Também se preocupe com o áudio na câmera.
Os aspectos técnicos são decisivos, e negligenciá-los pode resultar em algo muito caro. A qualidade da conexão, do vídeo e do áudio, a geração de personagens, a mistura de VTRs, widgets, o tratamento de câmeras, planimetria, viagens, música e efeitos, entre outros, são elementos fundamentais para garantir que o vejam e que Esses usuários estão gostando do que você oferece.

Garantir um orçamento suficiente, não perca seu investimento. Considere contratar, em outro caso, uma gravação para as memórias do seu evento e editar no final. O vídeo ao vivo de má qualidade custará sua imagem e reputação. Além disso, o custo por visor de uma produção pobre pode ser até dez vezes maior do que a de uma boa experiência.

4 Interaja com o seu público. Innove.
Permita que seu público converse com você, integrando elementos interativos, como bate-papo, chamadas, aplicativos, votações, concursos, prêmios e até personagens animados ao vivo. Explora a magia eo mistério da transmissão ao vivo.

As redes sociais e o Google são seus melhores aliados, mas os melhores aliados devem ser próximos e felizes e também requer um orçamento.

Atualmente, são fáceis de implementar aplicativos que permitem inovar na entrega de conteúdo, fazendo com que o público apaixone-se, totalmente orientado para a experiência do usuário em engajamento e lealdade de seus públicos. Tecnologias que estão migrando do digital para a transmissão porque não encontram no novo ecossistema pessoas que entendem sua importância em um ambiente comercial, enquanto estão fazendo isso na televisão. Avise-se

5 Faça isso regularmente.
Como em qualquer campanha publicitária ou em um plano de geração da comunidade, você deve trabalhar com persistência.

Prepare um plano consistente e regular para que dure pelo menos seis meses. Não há modelo de negócio em comunicação que possa devolver o investimento nesse momento. Peça-lhes que sigam continuamente e, assim, aumente sua comunidade de usuários.

6 Pense e aja como um contador de histórias.
Alcance sua audiência com histórias humanas, não com palestras planas. Conteúdo de design que convida o público a se sentir identificado com você. Avalie fazer uma cura de conteúdo, prepare seu keynote com um especialista em comunicação.

A tecnologia avança muito rápido e o Live Streaming não está muito atrasado. Mas não se preocupe que não se trata de tecnologia, mas de cultura e inovação em comunicação.

Juan Pablo Morales Sarmiento é o CEO da NuevosMedios, pode contatá-lo através da sua conta no Twitter @JuanPMoralesS ou enviar um e-mail para info@nuevosmedios.co
 

Citando produtos e serviços técnicos para a América Latina

Últimos Posts

Últimos comentários

  • Vendemos equipamentos soa consoles, guindastes, monitores e massas via correio mais informações ...

    Ler mais...

     
  • Nós vendemos equipamentos de iluminação, monitores, guindastes, som e console de massa. ... interessado em responder via ...

    Ler mais...

     
  • Bom Dia. Porque o correspondente de Cúcuta na maioria das vezes não fala olá?

    Ler mais...

     
  • Na Colômbia, uma empresa que cito uma equipe daqueles por cerca de 60 milhões de pesos ... é uma pena porque ...

    Ler mais...

     
  • EU ESTOU VENDENDO FONTES OU BALASES PARA LUMINOTECNIA DE SEGUNDA ALEMANHA MARK DESISTI DEB ...

    Ler mais...