O consumo de conteúdo aumenta online via streaming

América Latina. O consumo de conteúdo on-line através de streaming aumenta e o consumo de conteúdo ilegal é reduzido, em grande parte graças à presença de plataformas de conteúdo de baixo custo, como a Netflix, que oferecem serviços de transmissão de vídeos com um enorme catálogo de séries e filmes. Como todos os anos, a USAstreams.com realizou um estudo sobre o consumo de conteúdo online na América Latina.

O estudo de USAstreams.com em janeiro 2018 na América Latina, com base em população de pessoas 8785 com idade entre 16 e 65 anos, e os dados fornecidos pelos principais provedores de serviços de streaming streaming de rádio e televisão, confirma que aumenta o consumo de um ano de conteúdo on-line e comer terra para o rádio tradicional e TV.

De acordo com os resultados da pesquisa para o mercado Latino, mais da metade dos usuários de rádio não fluindo e 70% daquelas sob 30 anos Latina Apenas consumir conteúdo por meio de streaming no YouTube, Netflix, Spotify, Amazon e outras plataformas online. Seu crescimento é um 15% sobre o ano passado. Entre a população com mais de 50 anos um aumento significativo não é visto e só 40% consomem regularmente streaming de conteúdo.

- Publicidade -

Uma nova funcionalidade a destacar é no parágrafo consumo legítimo deste ano, apenas 40% dos entrevistados consomem conteúdo ilegal sem ser ser um problema, e os serviços de 60% de pagamento utilizado.

O consumo de conteúdo em dispositivos móveis (telefone e tablet) aumenta imparável, sendo o principal meio de consumo com um 82% e o PC passa apenas para 10%. Outros dispositivos, como televisores inteligentes e caixa de streaming como o Roku, abrem uma lacuna no mercado.

O consumo de vídeo por demanda excede as preferências da televisão aberta, o que reflete que as pessoas estão cada vez mais interessadas em escolher o que querem ver. Os principais canais de televisão adicionam para oferecer conteúdo streaming. O 90% dos canais de televisão oferece sua programação também online, e o 55% destes oferece conteúdo sob demanda.

Percentual total de usuários que consomem regularmente conteúdo em fluxo contínuo, por país: Espanha: 74%. EUA: 70%. Brasil: 65%. Chile: 64%. Argentina: 62%. Peru: 62%. México: 62%. Colômbia: 55%. Equador: 54%. Venezuela: 46%. Costa Rica: 63%. Uruguai: 66%.

Dispositivos usados: Telefone: 51%. Tableta: 31%. PC: 10%. Outros: 8%.

Como novidade a destacar, este ano, o estudo indica que o telefone é o dispositivo mais usado para consumir conteúdo online com um aumento anual considerável, seguido do tablet e, finalmente, do PC que perde posições.

Lugar: Casa: 80%. Trabalho: 5%. Outros: 15%

Tempo diário médio: Mais de 60 Minutos: 48%. Dos minutos 30 para 60: 32%. Menos do que 30 minutos: 20%.

Na seção sobre os provedores de conteúdo audiovisual, Youtube ainda é o líder indiscutível com 70% das preferências, seguido por Netflix crescendo ao longo dos anos anteriores, com uma quota de mercado de 20% e Amazon que se posiciona como uma alternativa para Netflix. De acordo com os resultados do conteúdo audiovisual inquérito aos consumidores, vídeos de música são o tipo de conteúdo mais visto, seguido pelo séries e filmes.

Na seção de música Spotify é a plataforma preferida para os usuários seguiram pelo iTunes e Youtube que, apesar do investimento não se posicionar na seção de música, embora a cada ano está melhor posicionada para já os números indicam que a batalha pela ser um líder em conteúdos de música não está definido.

A compra e registo de domínios para criar projetos web também continua a aumentar, onde 15% dos entrevistados confirmaram que eles compraram um domínio e 30% estava interessado em ter um projeto online.

O estudo completo pode ser consultado clicando aqui.
http://www.usastreams.com/blog-tecnologia/3270/el-consumo-de-contenidos-online-legales-via-streaming-se-incrementa/
 

Citando produtos e serviços técnicos para a América Latina

Últimos Posts

Últimos comentários

  • Vendemos equipamentos soa consoles, guindastes, monitores e massas via correio mais informações ...

    Ler mais...

     
  • Nós vendemos equipamentos de iluminação, monitores, guindastes, som e console de massa. ... interessado em responder via ...

    Ler mais...

     
  • Bom Dia. Porque o correspondente de Cúcuta na maioria das vezes não fala olá?

    Ler mais...

     
  • Na Colômbia, uma empresa que cito uma equipe daqueles por cerca de 60 milhões de pesos ... é uma pena porque ...

    Ler mais...

     
  • EU ESTOU VENDENDO FONTES OU BALASES PARA LUMINOTECNIA DE SEGUNDA ALEMANHA MARK DESISTI DEB ...

    Ler mais...